domingo, 24 de fevereiro de 2008

Preconceito


Ontem (21/02/2008) lendo um jornal de grande circulação na Cidade do Rio de Janeiro, deparei-me com uma notícia que me causou estranheza. O presidente da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca entrou com uma liminar para impedir a licitação de linhas de ônibus, que ligará a Baixada Fluminense a Barra da Tijuca. Logo me veio à mente de que se tratava de uma manobra por puro preconceito com os moradores da região a ser beneficiada com a implantação dessas novas linhas.
Lendo o mesmo jornal na edição de hoje (22/02/2008), o deputado Marcelo Simão, presidente da Comissão de Transportes da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, fará uma audiência publica para que o Detro, Prefeitura e a Fetranspor expliquem a confusão envolvendo as linhas Baixada – Barra da Tijuca. Para o deputado, a tentativa de suspensão da licitação, a pedido de moradores da Barra, é preconceituosa e diz: “Eles só querem o pessoal da baixada para limpar piscina, fazer faxina, Se o povo vai a Barra freqüentar a praia, o que tem? A praia é pública!”.

Mas felizmente o TJ conseguiu derrubar a liminar e continuar beneficiando milhares de pessoas que dependem de transporte coletivo no Rio de Janeiro. (
http://extra.globo.com/rio/plantao/2008/02/21/tj_derruba_liminar_que_impedia_licitacao_de_linhas_de_onibus_baixada-barra-425768425.asp)

Aqueles que entraram com a ação na justiça, com certeza não dependem de coletivos, pois tem seus carros importados na garagem para levá-los onde quiserem e na hora que melhor lhes convier. Precisamos ficar atentos a estes fatos, pois os mais favorecidos pouco se lixam pelos menos favorecidos e incluo-me nos menos favorecidos desta cidade onde o R$ vale mais do que qualquer coisa. Por isso resolvi postar esse meu desabafo em meu blog.

Parabéns ao nobre Deputado Marcelo Simão, - e que fique claro, não sou eleitor do referido deputado, nem seu amigo, muito pelo contrário, nunca se quer, tinha ouvido falar em seu nome - Mas peço que o mesmo lute pela população que depende do transporte coletivo na Cidade do Rio de Janeiro, pois sou morador de Anchieta, e há anos sofremos com o descaso das autoridades e ficamos a mercê da única empresa (Auto Diesel) que opera com deficiência o serviço de transporte ligando nosso bairro ao Centro.

Um comentário:

Guilherme Galvão Lopes disse...

Grande Wagner, parabéns pelo blog.
Não podemos permitir preconceito contra o nosso bairro.
Vamos lutar contra isso.

Abraços!